Canguçu, sábado, 24 de fevereiro de 2018, 05h27
Compartilhe:
ESPORTE - 14/07/2017
Chiquinho encerra carreira de 20 anos no futebol
Foto: Canguçu On Line
Caros amigos, meu nome é Paulo Francisco da Silva Paz, mas vocês me conhecem como Chiquinho, lateral do Inter nos anos 2000
Caros amigos, meu nome é Paulo Francisco da Silva Paz, mas vocês me conhecem como Chiquinho, lateral do Inter nos anos 2000
Caros amigos, meu nome é Paulo Francisco da Silva Paz, mas vocês me conhecem como Chiquinho, lateral do Inter nos anos 2000

O jogador de futebol Chiquinho, natural de Canguçu, anunciou na quinta-feira (13) a aposentadoria da sua carreira. Chiquinho foi destaque no Internacional e jogou em grandes clubes como Palmeiras e Goiás. Veja abaixo a carta de despedida divulgada pelo Jornal Zero Hora:

Minha história no clube se iniciou em 1996, na primeira peneira, na qual acabei reprovado. Muitos acreditam que o futebol é só mil maravilhas, mas não é. Retornei no ano seguinte e, de novo, não passei. Em 1998, já com certa bagagem, ingressei no sub-15 do Inter e numa nova fase da vida, pontuada por dúvidas. Até porque foi difícil , como adolescente, deixar o conforto de casa e os braços da família em troca de um sonho. Mas queria me tornar jogador, e isso requer esforço e dedicação.

A concorrência sempre foi enorme, e as cobranças e o profissionalismo também. Aos 18 anos, tive a primeira experiência na equipe principal. Fui chamado para um treino e atuei com grandes referências do futebol brasileiro. Depois de alguns dias e até amistosos, veio a primeira grande decepção: retornaria ao sub-20. Passei a questionar meu desempenho e deparei com a incerteza em relação ao futuro.

A decepção virou felicidade meses depois. Em 2002, fiz meu primeiro jogo oficial como profissional. Aos 19 anos, o sonho se realizava. No ano seguinte, deparei com uma situação que traria incertezas e mais dúvidas em relação ao futuro: fui diagnosticado com arterite, rara doença neurológica motivada por interrupção de artéria cerebral. Fiquei impedido de jogar, fiz muitos exames, passei por vários médicos e recebi previsões nada positivas. Cheguei a ouvir a triste notícia de que ficaria inválido. Médicos me diziam que deveria me sentir feliz por não estar em estado vegetativo. A minha luta era pela vida e não por jogar futebol. O apoio da família foi essencial. Chorei muito. Mas segui lutando e com muita, muita fé em Deus.

Depois de quase um ano de tratamento, a doença regrediu, e eu retornei ao futebol. Em 2004, vivi meu melhor ano no Inter. Ganhei o apelido de "Xodó" dos torcedores. Os anos seguintes foram de aprendizado: lugares, culturas e idiomas diferentes. Cresci como cidadão, me tornei pai de família e tive a chance de atuar por outros grandes clubes. Errei, acertei e, principalmente, aprendi muito.

Foram 20 anos de futebol. É com alegria que encerro o ciclo dentro das quatro linhas. Porém, outro se inicia. O esporte tem poder na formação de crianças e jovens. Acredito que projetos humanitários no Brasil e no mundo, tendo o futebol como base, poderão ajudar na educação e na formação das novas gerações. Por toda experiência e pelas dificuldades que passei, tentarei ajudar e mostrar os melhores caminhos.

Deixo aqui meu sincero agradecimento a todos que fizeram parte dessa linda jornada. A partir de agora, quero ajudar pessoas a vencerem com o esporte da mesma forma que consegui vencer.

Informações: Jornal Zero Hora.

Confira também:
Cristal e Remanso estão nas semifinais nos Titulares
Canguçu em 2º lugar em torneio de artes marciais em SC
VÍDEO: Técnico do Inter esteve em Canguçu na tragédia de 2009
Itararé e Cruzeiro sediam jogos neste domingo
Cristal larga na frente do Verona nos Titulares
Começa o mata-mata do Campeonato Municipal
Definidos os confrontos do Campeonato Municipal
Prezado leitor:
- Para enviar um comentário, é preciso possuir uma conta no Facebook e fazer login nela.
- O comentário é de inteira responsabilidade do autor da mensagem e não representa a opinião do site Canguçu On Line.
 
  • Canguçu On Line
  • Canguçu On Line
ENQUETE
Você é a favor ou contra o cancelamento do Carnaval de Rua 2018?
Sou a favor, o dinheiro economizado poderá ser investido em outras prioridadades
Sou contra, o município perde dinheiro, pois a população acaba saindo da cidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
23.02.18
Polícia prende dois homens com motos...
23.02.18
Por que a gasolina chega ao consumid...
23.02.18
LM Baterias com deslocamento grátis ...
23.02.18
Funerária Santo Antônio: 50 anos de ...
23.02.18
Senna Auto Center: manutenção preven...
23.02.18
Verão na Estillosa com descontos de ...
22.02.18
Lojas abrem até as 18h neste sábado...
22.02.18
Sexta-feira é dia de uvas finas na r...
22.02.18
Vazamento de água já dura 20 dias no...
22.02.18
Projeto Escola no Campo mudará a rot...
22.02.18
Municípios afetados debatem sobre a ...
22.02.18
Dra Stela Mota fala sobre ronco e ap...
22.02.18
Quinzena do preço baixo Lojas Estrel...
22.02.18
Já provou o delicioso açaí da Pastel...
22.02.18
VÍDEO: Supermercados Heling com ofer...
21.02.18
Maioria é contra a abertura do comér...
21.02.18
Foragido é preso por morte de idoso ...
21.02.18
Canguçu teve 1.192 demissões em 2017...
21.02.18
Inscrições na UFPel para estudantes ...
21.02.18
VÍDEO: Fabris Prestes, presidente da...
+
Lidas
1
Funerária Santo Antônio: 50 anos de experiên...
2
Já provou o delicioso açaí da Pastelaria Paz...
3
Realize sua ultrassonografia na Radiol...
4
Marmoraria Duarte: tudo em mármores, granito...
5
Saiba mais sobre o atendimento psicológico d...
6
Studio Stael Palivorda com ambiente climatiz...
7
Surpreenda-se com o conforto deste lindo est...
8
Médica veterinária Tainá Gonçalves fala de F...
9
Mundo Real com promoção volta às aulas...
10
LM Baterias com deslocamento grátis até 30 q...
  • Canguçu On Line
Canguçu On Line - O Jornal diário de Canguçu © 2018 - Todos os direitos reservados