Canguçu, domingo, 21 de janeiro de 2018, 20h32
Compartilhe:
GERAL - 15/01/2018
Comércio pode somar perdas de R$ 22 bilhões com feriados em 2018
Foto: Divulgação/Canguçu On Line
No Rio Grande do Sul, 11 feriados (dez federais e um estadual) compõem lista da Fecomércio-RS. Em Canguçu, são 16 feriados ao todo em dias da semana, 1 a mais que em 2017, e 6 feriados prolongados
No Rio Grande do Sul, 11 feriados (dez federais e um estadual) compõem lista da Fecomércio-RS. Em Canguçu, são 16 feriados ao todo em dias da semana, 1 a mais que em 2017, e 6 feriados prolongados
No Rio Grande do Sul, 11 feriados (dez federais e um estadual) compõem lista da Fecomércio-RS. Em Canguçu, são 16 feriados ao todo em dias da semana, 1 a mais que em 2017, e 6 feriados prolongados

Onze bilhões de reais. Perdas que a Federação do Comércio de Bens e Serviços (Fecomércio-SP) estima para o setor com mais de uma dezena de feriados previstos no calendário brasileiro de 2018.

Quantia que é exatamente a metade dos R$ 22 bilhões projetados pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). Ambas as cifras, portanto, salgadas ao empresariado, mesmo que noutro olhar os feriados representem ao trabalhador a oportunidade de descanso, lazer e turismo em meio a um ano que promete ser de leve melhora na empregabilidade e na retomada do crescimento, porém, turbulento no campo político com o pleito de outubro.

No Rio Grande do Sul, 11 feriados (dez federais e um estadual) compõem lista da Fecomércio-RS. Em Canguçu, são 16 feriados ao todo em dias da semana, 1 a mais que em 2017, e 6 feriados prolongados.

Dados da própria CNC revelam que em cada feriado de 2017 o varejo brasileiro deixou de lucrar R$ 1,5 bilhão, uma perda mensal de 9%. E o que fazer para tentar minimizar esses impactos negativos, já previsíveis, independentemente de setores do comércio como o turismo e a hotelaria serem beneficiados nessas datas?

— Em termos de Brasil temos que pensar que agimos como se fôssemos um País rico e não somos. Não podemos nos dar a esse luxo. Feriado é para quem, como Nação, já consolidou riqueza e economia —  opina o recém-empossado presidente da Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI), Marcelo Lauxen Kehl

Ele ressalta que a orientação da entidade aos seus 1.138 liados, empregadores de mais de 103 mil pessoas, é serem criativos.

— Do ponto de vista do comércio é tentar aproveitar o máximo o período de pré-feriadão com estratégias de vendas, tanto na venda física como no comércio eletrônico. Pra tentar buscar, adiantar esse consumo —  argumenta Kehl.

Marcelo aponta que tal iniciativa reduziria perdas que em 2017 chegaram a até 12% em meses como abril e maio, onde houve ocorrências de dois feriados.


Passar quase todos para a segunda-feira

Alterar a disposição dos feriados nacionais passa por negociações envolvendo Brasília. Entendimento que faz o presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL-RS), Vitor Augusto Koch, revelar que nos próximos dias a entidade fará um corpo a corpo com a bancada federal gaúcha, ministérios e a própria Presidência da República.

Na pauta, a sugestão de colocação dos feriados nacionais apenas na segunda-feira, com exceção do Natal e ano-novo. Proposta que chegou a ser efetivada ao final dos anos 1980 e início dos anos 1990, mas que sucumbiu a pressões e decisões da Justiça.

— A ideia é trazermos à tona esse tema com os parlamentares federais, pois a segunda-feira no varejo é dia de menor fluxo. Na atividade industrial, pode-se começar na terça e trabalhar até o sábado, não há paralisação ou perda de rendimento. Feriados na terça, quarta, quinta, sexta-feira, esses sim são prejudiciais. Até porque retomar o desenvolvimento no País passa por superar os gargalos, como os feriados —  ressalta Vitor.
 

R$ 1,6 bilhão em perdas só no RS

Quase R$ 180 milhões em perdas por dia útil fechado, ou R$ 1,6 bilhões anuais. Cálculo da FCDL-RS para os feriados previstos no calendário gaúcho 2018. Boa parte deles, como os na quinta e sexta-feira, de efeito desmobilizante ao setor produtivo por materializar os “feriadões”.

—  E esse faturamento não se recupera no outro dia. Teríamos que fazer uma promoção de nível estadual, com comunicação eficiente para trazer resultado. Mas não há fórmula pronta, não funciona assim, de fazer uma liquidação ou atividade de marketing pra poder recuperar —  pondera Koch. 

—  Prejudica também os trabalhadores, pois quanto melhor financeiramente a empresa há mais garantia no emprego, de sustentabilidade econômica no orçamento —  argumenta.
 

Fidelizar o cliente

Uma receita para os comerciantes reduzirem perdas e queixas com os feriados é dada pelo presidente da Fecomércio-RS, o caiense Luiz Carlos Bohn.

— O mais importante é tentar fidelizar o seu cliente. Fala-se hoje em experiência de compra, ou seja, atender bem, propiciar sempre uma compra que traga a máxima satisfação ao consumidor. Isso minimiza os impactos das perdas, mas é um desafio aos lojistas —  diz.

Desafio que, segundo ele, reside na dificuldade dos estabelecimentos em ter vendedores qualificados.

— Para informar bem sobre o produto, em especial nos eletroeletrônicos. E atender com qualidade é mantra obrigatório para todos os segmentos e linhas do varejo —  acrescenta Bohn.

Carlos salienta que o e-commerce, o comércio eletrônico, precisa cada vez mais ser difundido pelos lojistas na atração ao cliente. Quanto às soluções que perpassem a classe produtiva, o dirigente lamenta que elas inexistam no campo legislativo.

 

Leia também:
>> Canguçu terá 16 feriados em dias de semana em 2018

 

Canguçu On Line, com informações de Amilton Belmonte (Jornal NH)

Confira também:
Detentos podem ganhar oportunidade no Presídio de Canguçu
As principais notícias da semana em Canguçu
Veja onde comprar o Jornal Tradição em Canguçu
O impacto dos feriados no comércio local
Aposentada pede ajuda para realizar cirurgia com custo de R$ 5 mil
Shanadu terá nova loja em Canguçu
Igreja Matriz tem parede lateral pichada
Prezado leitor:
- Para enviar um comentário, é preciso possuir uma conta no Facebook e fazer login nela.
- O comentário é de inteira responsabilidade do autor da mensagem e não representa a opinião do site Canguçu On Line.
 
  • Canguçu On Line
ENQUETE
Sobre a instalação de 3 semáforos entre a Av. Exército Nacional e a R. Júlio de Castilhos?
Sou a favor
Sou contra

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19.01.18
As principais notícias da semana em ...
19.01.18
Veja onde comprar o Jornal Tradição ...
19.01.18
3 ônibus sairão de Canguçu para acom...
19.01.18
Torneio Municipal de Vôlei de Duplas...
19.01.18
Precisa de crédito? Faça uma simulaç...
19.01.18
Funerária Santo Antônio: 50 anos de ...
19.01.18
Verão na Estillosa com descontos de ...
19.01.18
LM Baterias com deslocamento grátis ...
18.01.18
Revestimentos e pisos modernos você ...
18.01.18
Aposentada pede ajuda para realizar ...
18.01.18
Leitora reclama da qualidade da água...
18.01.18
Shanadu terá nova loja em Canguçu...
18.01.18
Igreja Matriz tem parede lateral pic...
18.01.18
Horários e roteiros do transporte co...
18.01.18
Promoção bombástica das Lojas Estrel...
18.01.18
E os pastéis doces da Pastelaria Paz...
18.01.18
Você sabe o que é Bitcoin?...
18.01.18
Supermercados Heling com novas ofert...
18.01.18
Dra Stela Mota fala sobre ronco e ap...
17.01.18
O futuro da ONG Morena Flor em novo ...
+
Lidas
1
Funerária Santo Antônio: 50 anos de experiên...
2
Faça sua mamografia na Radiol Centro de Diag...
3
E os pastéis doces da Pastelaria Paz, já pro...
4
Marmoraria Duarte: tudo em mármores, granito...
5
Saiba mais sobre o atendimento psicológico d...
6
Studio Stael Palivorda com ambiente climatiz...
7
Kids Mania com lindas novidades de verão...
8
Móveis Rústicos em madeira você encontra na...
9
Médica veterinária Tainá Gonçalves fala de F...
10
LM Baterias com deslocamento grátis até 30 q...
  • Canguçu On Line
Canguçu On Line - O Jornal diário de Canguçu © 2018 - Todos os direitos reservados