Canguçu, terça-feira, 20 de fevereiro de 2018, 12h24
Compartilhe:
POLÍTICA - 22/12/2016
Como votaram os deputados da Região na extinção de oito fundações
Foto: Divulgação/Camila Domingues
Entre os parlamentares que representam a Zona Sul do Estado, quatro foram contrários e dois a favor
Entre os parlamentares que representam a Zona Sul do Estado, quatro foram contrários e dois a favor
Entre os parlamentares que representam a Zona Sul do Estado, quatro foram contrários e dois a favor

Depois de 18 horas de sessão, a Assembleia Legislativa aprovou a extinção de oito fundações. As duas últimas foram a Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF) e a Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) que tiveram o placar de 29 a favor a 23 contra. A partir da sanção do governador José Ivo Sartori as atribuições e competências da Fepagro passarão a ser desempenhadas pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação. Já as da FIGTF passarão para a Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Os quadros de pessoal das fundações passarão para as secretarias. 

Nesta quarta-feira (21) a votação do projeto de lei (PL) 246/2016, que autoriza também a extinção das fundações de Zoobotânica (FZB), Ciência e Tecnologia (Cientec), Economia e Estatística (FEE), Desenvolvimento e Recursos Humanos (FDRH), Piratini (TVE e FM Cultura) e Metroplan teve o placar foi de 30 votos favoráveis e 23 contrários. 

Entre os parlamentarem que representam a Zona Sul do Estado, quatro foram contrários e dois a favor.
Luiz Fernando Mainardi (PT-Bagé) - não;
Míriam Marroni (PT-Pelotas) - não;
Zé Nunes (PT-São Lourenço do Sul) - não;
Luis Augusto Lara (PTB-Bagé) - não;
Pedro Pereira (PSDB-Canguçu) - sim;
Adilsom Troca (PSDB-Rio Grande) - sim 

O Plano de Modernização do Estado (PME) prevê a extinção de 9 das 19 fundações. Os serviços e as atividades desses órgãos serão incorporados por secretarias ou absorvidos pelo mercado, permitindo que o Estado atue com mais eficiência nas áreas essenciais. As mudanças vão resultar em economia de R$ 120 milhões por ano.

Uma comissão especial, que será instituída por decreto, vai gerenciar a execução e o acompanhamento da modernização das estruturas do Estado. Os funcionários das fundações regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que não têm estabilidade, serão dispensados.

Cientec 
Os contratos da Cientec em andamento serão cumpridos. Estudos das cadeias produtivas do Estado serão tratados dentro do Programa de Parques e Polos Tecnológicos, iniciativa que aproxima o governo das universidades. As demais atividades serão absorvidas por instituições do mercado.

Fundação Piratini 
A estrutura e as atividades desenvolvidas pela Fundação Piratini serão assumidas pela Secretaria de Comunicação, que ficará encarregada de criar um novo modelo de gestão.

FDRH 
A Secretaria de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos ficará responsável pela Escola de Governo. As demais atividades da Fundação serão repassadas para o mercado.

FEE
Todo o acervo da FEE será mantido pela Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão. Aqueles serviços de avaliação econômica e estatística, que servem de base para programas de Estado, continuarão sendo executados por um departamento na Secretaria. O atendimento das outras demandas será buscado no mercado.

Zoobotânica 
O Jardim Botânico, o Museu de Ciências Naturais e o Zoológico serão declarados patrimônios ambientais do Estado, com a continuidade das atividades da FZB. O gerenciamento inicial dessas estruturas caberá à Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que buscará parcerias para qualificar os serviços.

Metroplan
As atividades da Metroplan serão absorvidas pela Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão, sem necessidade de manutenção da estrutura de uma fundação. O governo implantará uma gestão mais moderna e eficiente, em parceria com municípios, para um planejamento integrado.

Emendas
O projeto foi aprovado com duas emendas. A primeira estabelece que a extinção da Fundação Zoobotânica ocorrerá após os serviços prestados serem efetivamente assumidos pela Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema). A segunda define que os valores arrecadados com a alienação de imóveis ou produtos das fundações serão utilizados para investimentos nas áreas de Saúde e Segurança Pública.

A partir do projeto de lei, servidores celetistas devem ser demitidos e os servidores terceirizados e os Cargos em Comissão também serão dispensados ou absorvidos pela administração direta, o que representa, segundo o governo, 1,2 mil servidores desempregados.

Informações: Diário Popular.

Confira também:
Centrais sindicais protestam contra a Reforma da Previdência
Município pressiona CORSAN para cumprir contrato
TRF4 mantém condenação de Lula e amplia pena
3 ônibus sairão de Canguçu para acompanhar o julgamento de Lula dia 24
Nilson Nornberg assume a Assistência Social
Roda (PT) será o presidente da Câmara de Vereadores em 2018
Câmara de Vereadores debaterá orçamento para 2018
Prezado leitor:
- Para enviar um comentário, é preciso possuir uma conta no Facebook e fazer login nela.
- O comentário é de inteira responsabilidade do autor da mensagem e não representa a opinião do site Canguçu On Line.
 
  • Canguçu On Line
  • Canguçu On Line
ENQUETE
Você é a favor ou contra o cancelamento do Carnaval de Rua 2018?
Sou a favor, o dinheiro economizado poderá ser investido em outras prioridadades
Sou contra, o município perde dinheiro, pois a população acaba saindo da cidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
09:00:15
Surpreenda-se com o conforto deste l...
08:44:39
Kids Mania com promoção de descontos...
08:29:19
Marmoraria Duarte: tudo em mármores,...
08:11:37
Médica veterinária Tainá Gonçalves f...
19.02.18
Centrais sindicais protestam contra ...
19.02.18
Mundo Real com promoção volta às aul...
19.02.18
Revestimentos e pisos modernos você ...
19.02.18
Clínica Brasil agora é Brasil Odonto...
19.02.18
VICAN Transportes oferece rota exclu...
19.02.18
VÍDEO: Que tal pedalar neste verão c...
17.02.18
Horário de verão termina à meia-noit...
17.02.18
Trecho de 3,7 km da ERS-265 tem reca...
17.02.18
Vida além da vida: Invente a cada di...
17.02.18
VÍDEO: Malabarista uruguaio nas ruas...
17.02.18
Estudantes de Canguçu disputam 101 v...
17.02.18
Família de origem japonesa vende uva...
16.02.18
Canguçu teve 1.223 admissões e 1.192...
16.02.18
Setores da Prefeitura terão horários...
16.02.18
Paraíso da Moda abrirá loja em Cangu...
16.02.18
VÍDEO: Polícia Civil detalha a Opera...
+
Lidas
1
Funerária Santo Antônio: 50 anos de experiên...
2
Pastelaria Paz com cervejas artesanais e vin...
3
Faça sua mamografia na Radiol Centro de Diag...
4
Marmoraria Duarte: tudo em mármores, granito...
5
Studio Stael Palivorda com ambiente climatiz...
6
Dra. Stela Maris de Azevedo Mota Ortodontia ...
7
Surpreenda-se com o conforto deste lindo est...
8
Médica veterinária Tainá Gonçalves fala de F...
9
Mundo Real com promoção volta às aulas...
10
LM Baterias com deslocamento grátis até 30 q...
  • Canguçu On Line
Canguçu On Line - O Jornal diário de Canguçu © 2018 - Todos os direitos reservados